Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Sporting é a paixão que nos inspira. Não confundimos competência com cultos de personalidade. 110 anos de história de um clube que resiste a tudo e que merece o melhor e os melhores de todos nós. Sporting Sempre


21
Jan17

20170121.jpg

 

 

Após a apresentação do programa e lista do candidato Pedro Madeira Rodrigues, e voltando às perguntas colocadas pelo Sporting Com Filtro, depois de num primeiro momento o ADN na sua primeira publicação ter esboçado respostas às mesmas, tenta-se agora enquadrar linhas do programa nas mesmas perguntas. Uma vez que um programa é essencialmente um plano para o futuro, algumas das questões, mais dirigidas ao passado, são respondidas com base em declarações públicas suas desde que assumiu a candidatura.

 

Quem é a sua equipa, Vice-Presidentes e outros dirigentes que concorrem consigo?

 

Presidente – Pedro Madeira Rodrigues

Presidente da Mesa da Assembleia Geral – Rui Morgado

Presidente do Conselho Fiscal e Disciplinar – Filipe Marques

Primeiro da Lista do Conselho Leonino – José Moniz Pereira

Vice-Presidente Modalidades – Mário Saldanha

Vice-Presidente Finanças – Pedro Rebelo Pinto

Vice-Presidente Relações Institucionais – Victor Ferreira

Vice-Presidente Núcleos, Delegações e Filiais – Rogério de Brito

Vogal Sócios/Relações Humanas – Susana Cabral

Vogal Grupos Organizados/Adeptos – Bernardo Mendes

Vogal Responsabilidade Social – Luís Figueiredo

Vogal Marketing e Comunicação – João Alvim

Vogal Património – José Pedro Rodrigues

Vogal Jurídico – Domingos Cruz

 

Qual a sua visão sobre as modalidades? Manter o investimento actual, e tentativa de recuperar antigas modalidades? Ou caminhar como Filipe Soares Franco defendeu para apenas as que dêem lucro financeiro e o Futebol?

 

«Apostar na competitividade de todas as modalidades, com o máximo rigor e equilíbrio orçamental e a aposta na formação como prioridade.»

«Estudar o regresso do basquetebol numa perspectiva sustentada, com o objectivo de competir no escalão mais elevado.»
«Desenvolver o conceito de Escolas Academia Sporting de modalidades.»


Sabendo que o futebol é um grande foco da vida dos Sportinguistas qual será a sua forma de gestão do mesmo? Directamente ou irá entrar algum Director Desportivo forte? E nesse caso, quem será?

 

«Implementar uma nova estrutura para o futebol, aproveitando as melhores prácticas mundiais.»

Não revela quem será o Director Desportivo.

 

Qual é a sua posição sobre as ligações a empresários como Jorge Mendes, Pini Zahavi e outros?

 

«Fazer a defesa intransigente dos interesses do clube, respeitando os sócios e adeptos, os adversários, os restantes agentes desportivos e interlocutores e os compromissos assumidos.»

 

Quais as coisas que aponta como mais positivas do mandato de Bruno de Carvalho? E quais as mais negativas?

 

 

 

O que faria diferente no caso da reestruturação financeira e renegociação com os Bancos?

 

«Recuperar no imediato a posse da Academia Sporting, na posse do Banco Comercial Português desde 2014, com o apoio de investidores que entrarão com um valor a rondar os 14M€.»

«Garantir a detenção da maioria de capital da SAD, preparando a recompra das VMOCs.»

 

Em termos de treinador, e tendo em conta que Jorge Jesus ainda tem uma longa duração no seu contrato com o Sporting, pensa mantê-lo?

 

«Na nossa opinião, Bruno de Carvalho não devia ter feito o convite, nem Jorge Jesus o devia ter aceitado. O foco de Jorge Jesus não deve ser as eleições, mas sim a equipa. Jorge Jesus escolheu um lado e isso tem consequências. Ele não será o meu treinador a partir do dia 4 de março, quando tomar posse como presidente do Sporting. Vou procurar de imediato um treinador que possa servir o Sporting, voltar às vitórias e que seja ganhador»

Qual será a visão para as equipas A e B e a sua integração com a formação?

 

«Impor um limite máximo de 23 jogadores ao plantel da equipa principal.»

«Utilizar a equipa B como plataforma de transição principal dos jovens formados na Academia, como plantel de apoio à equipa principal.»

«Criar um modelo de treino universal para todos os escalões de formação, com conteúdos e objectivos claros por escalão etário, de forma a dar identidade permanente ao futebol jovem do clube.»

«Optimizar e remodelar as infra-estruturas da Academia de Alcochete, apetrechando-as com a tecnologia mais inovadora no apoio ao treino e com mais campos de futebol.»

 

Quem mudará na estrutura do Sporting, não eleita, e quem tentará manter?

 

«Atrair para os orgãos sociais do clube sportinguistas com provas dadas de práctica dos valores identitários do clube, nomeadamente com espírito ganhador, raça leonina, integridade, competência e capacidade de trabalho em equipa.»

 

Qual a sua posição em relação às relações institucionais com Porto e Benfica?

 

«Garantir uma maior participação institucional activa do Sporting nos principais órgãos de decisão do desporto em Portugal.»

«Marcar a agenda do desportivismo em Portugal, defendendo sempre os interesses do Sporting, estabelecendo pontes em assuntos comuns, mas sem fazer alianças de qualquer espécie.»

 

Qual a sua primeira medida caso seja eleito?

 

«Tornar o Professor Mário Moniz Pereira o sócio perpétuo número 2.»

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D