Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Sporting é a paixão que nos inspira. Não confundimos competência com cultos de personalidade. 110 anos de história de um clube que resiste a tudo e que merece o melhor e os melhores de todos nós. Sporting Sempre


12
Mai17

Comunicados e alianças

por Krassimir

Porto-vs-Sporting.jpg

 

Os últimos dias foram férteis em notícias e acontecimentos relacionados com o Sporting e infelizmente e para não variar, por razões nada favoráveis. Vamos por partes:

 

1) Post de Bruno de Carvalho no Facebook:

As declarações de Bruno de Carvalho, abordando a final da UEFA futsal Cup, que foram bastante críticas para a equipa de futsal, derrotada por 7-0 perante o Inter Movistar  e também a derrota em casa por 1-3 com o Belenenses da equipa de futebol de onze masculino, interrompendo um jejum de 62 anos, nas quais colocou ambas as situações no mesmo saco, levantaram bastante polemica no universo sportinguista. Nesta sequência o presidente do Sporting entendeu efectuar nova publicação, em que aborda ainda outros aspectos da nossa actualidade.
Na publicação é dito “O facto de ter a honra e o privilégio de servir o Clube que amo não significa que as pessoas se arroguem no direito de acharem que se podem meter na minha vida pessoal, opinando sobre o que eu devia ou não fazer.” Sem dúvida que ninguém tem nada de se imiscuir na vida pessoal de BdC ou de qualquer outro cidadão. O problema é que o próprio é quem estimula esta situação, colocando posts sobre a sua mãe no Dia da Mãe, falando várias vezes da sua família, cedendo entrevistas ao Correio da Manhã – jornal ou TV (o tal jornal que tanto nos ataca) e que se calhar terá também a primazia na cobertura do seu casamento. Portanto, quem não quer ser lobo não lhe veste a pele.
Em relação à Gala, existem já indicadores bastante sólidos de que a mesma irá ser antecipada para dia 30 de Junho, por força do casamento de Bruno de Carvalho que escolheu a data da fundação do clube – 1 de Julho – para celebrar a cerimónia. Então não é ele que refere que não se devem meter na sua vida pessoal? Nesse caso porque mete a sua vida pessoal no clube? Pessoalmente não me interessa quando casa, com quem vai casar, ou as vezes que o fez ou fará. Mas condicionar a vida do clube por via desse facto é que sinceramente já não me parece minimamente compreensível. E no futuro como vai ser? O Sporting passa a comemorar no dia 1 de Julho o aniversário de casamento de BdC em vez da data de fundação? O clube é muito mais do que os seus presidentes, que o devem sobretudo servir e é para isso que são eleitos. Não é um palco para projecção de vaidades e não deve servir de argumento para publicações cor-de-rosa. Se esta alteração de data se confirmar, isto é simplesmente inconcebível.

Depois acrescenta: “No dia em que for ligar a cartas abertas de adeptos, bloguers, opinadores e afins sobre o facto de estar desagradado com ter perdido uma final com uma goleada é o dia em que perdi a noção da grandeza do Clube onde estou e tenho de me ir embora”.
Bruno de Carvalho que na noite das eleições disse “bardamerda para quem não é do Sporting”, parece estar agora a dizer “bardamerda para os blogs, adeptos e opinadores do Sporting”, no fundo bardamerda para todos os sportinguistas que ousam exprimir alguma crítica em relação a decisões desta Direcção ou a declarações do presidente. Neste momento já não são apenas os blogs do Eixo do mal, ou hipotéticos (rima com patéticos…) governos-sombra. São muitos sportinguistas que votaram em BdC e que ele acha que pode desprezar ou amesquinhar. Continua embriagado pelos 86%, esquecendo que nesses votantes, existe de tudo, desde indefectíveis que votariam nele nem que mudasse o nome do clube e dos equipamentos, até sócios que reconhecem algum mérito ao trabalho desenvolvido sobretudo no princípio do mandato anterior, a outros que entre PMR e a sua pessoa, acharam que BdC era, ainda assim, mais confiável. Nos últimos tempos, mais que qualquer opositor, é Bdc quem tudo tem feito para minar a sua base de apoio. E se diz exigir títulos, talvez fosse bom que percebesse que não se pode colocar de fora como simples adepto e dizer verdades lapalissianas de que os “sportinguistas querem títulos, não querem desculpas”. É preciso não esquecer que além de adepto, é ele como presidente o principal responsável para criar condições que permitam DAR títulos aos sportinguistas e pelos resultados do clube, que têm sido a miséria que todos temos podido constatar, infelizmente. E a “herança” de Godinho e dos “croquetes” começa a estar demasiado longe para servir de desculpa.
Sobre Jorge Jesus declara “Em primeiro lugar não sabia que tinha de vir a público esclarecer que o treinador tem mais 2 anos de contrato e que por isso existe um vínculo profissional em vigor”. Sem dúvida que Jorge Jesus tem mais 2 anos de contrato, tal como Marco Silva tinha mais 3 anos de contrato, mas tal não impediu a sua saída. Obviamente que no caso de Jesus por via do contrato pornográfico que BdC entendeu que podia assinar com ele, as coisas são mais complicadas, porque o Sporting ou o treinador (conforme o que rompesse o acordo) teriam de indemnizar a outra parte no montante do total de ordenados das próximas duas épocas (12 a 16 millhões de euros!), a não ser que existisse comum acordo. E não se pode esquecer que as suas declarações no final do jogo com o Belenenses foram um recado claramente também dirigido a JJ, dado em termos públicos. Portanto não é apenas especulação, ele próprio mostrou que há um divórcio ou braço de ferro evidente entre ambos. Acho que JJ podia continuar, mas para tal terá que assumir que esta época que está a terminar foi um enorme fracasso, do qual ele também foi responsável, quer nas contratações, quer nas decisões que foi tomando ao longo da época, quer no discurso desastroso que foi produzindo, começando após o jogo em Madrid, com o célebre “a diferença está no treinador”. Mas o problema é que do lado do Sporting também não tem existido a capacidade de mostrar uma estrutura profissional e eficiente que possa garantir igualmente escolhas acertadas nas contratações. Encontrar o ponto de equilíbrio será a chave, mas infelizmente não será fácil e preparamo-nos para iniciar a nova pré-época com as coisas bastante indefinidas e envolvidos em águas revoltas.

 

2) Reatar de relações institucionais com o Porto:
O Sporting está de relações cortadas com o Porto desde o início do anterior mandato de BdC. Na altura o motivo principal terá sido a falta de respeito manifestada por Adelino Caldeira, ao recusar cumprimentar e ao insultar BdC. Depois disso, e só para recordar episódios mais recentes, convém recordar, que se registaram: desvios de Danilo, Marega, Sá e Suk, que já estavam em conversações bem adiantadas com o Sporting; processo da equipa de ciclismo W52, levando a que esta rompesse um compromisso já apalavrado com o Sporting; o atraso na Taça da Liga, que levou a que o Sporting na temporada seguinte jogasse com a equipa B nesta competição, sob protesto. Além de terem sido testemunhas no caso Doyen, contra o Sporting. Isto só para referir alguns exemplos…
Portanto, foi com bastante surpresa que assistimos a um comunicado conjunto a declarar o reatar de relações institucionais e a anunciar vários pontos de convergência entre os 2 clubes. Não há dúvida que se tudo continuar como está, nos arriscamos a ver o Benfica a festejar não apenas o tetra, mas o penta, hexa, etc. Dominam todas as esferas de influência do futebol nacional: arbitragem, Liga, Federação, relações com outros clubes, comunicação social. Estão embalados, confiantes e têm também bons jogadores. Portanto, é importante repor algum equilíbrio, sobretudo assegurando regras mais justas, transparentes e que minimizem a possibilidade de adulterar as coisas de forma ilícita. Mas isso faz-se estabelecendo parcerias com os outros clubes, lutando também para que possam crescer e não os hostilizando, um pouco ao contrário do que tem acontecido. Assumir uma aliança ou convergência com o Porto numa fase destas (embora precipitado pela notícia da reunião entre ambos que vazou para a Comunicação Social e foi logo aproveitada pelo Benfica e seus apaniguados) em que o Benfica se apresta para amanhã conquistar o tetra, é só dar-lhes munições. Precisamos de trabalho, de eficácia para que finalmente surjam os resultados que tanto têm sido prometidos, mas que nunca mais aparecem.
E por fim, dizer que “é muito mais o que nos une do que o que nos separa” é passar uma esponja enorme sobre 40 anos em que o Porto dominou o futebol através da corrupção de árbitros, da compra de influência nas instâncias do poder desportivo em Portugal e da utilização de claques para coacção. É também esquecer que foi o clube que nesse período mais nos prejudicou, conquistando campeonatos que deviam ter sido nossos, roubando e desviando jogadores e treinadores do Sporting, proferindo afirmações de desrespeito para com o nosso clube que parece que desejavam extinguir. Por último é desrespeitar a luta de tantos sportinguistas contra o famigerado Sistema. Não, o que nos separa é e devia continuar a ser um abismo, nos métodos empregues e nos valores e princípios que historicamente norteiam a actuação de ambos os clubes, desde que Pinto da Costa é presidente da agremiação nortenha.
Que passem rápido estas últimas semanas e que apareça uma luz ao fundo do túnel e não uma penumbra ainda maior.
Sporting sempre!

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Luis a 12.05.2017 às 14:13

Há que lembrar o que se dizia não há muito tempo:

http://www.forumscp.com/index.php?topic=53080.0

"Nesta senda do anti-benfiquismo acéfalo, quero também relembrar uma coisa: o único clube que ficaria verdadeiramente a ganhar com o desaparecimento do Sporting é o Porto."

Nada mudou... excepto a opinião de quem manda no SCP! Os 86% não fujam depois de as coisas correrem mal... é que pactos com o diabo nunca correm bem a quem os faz!!!

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D