Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Sporting é a paixão que nos inspira. Não confundimos competência com cultos de personalidade. 110 anos de história de um clube que resiste a tudo e que merece o melhor e os melhores de todos nós. Sporting Sempre


05
Jan17

Eduardo-Barroso.jpg

 

 

Quantos Barrosos cabem na nossa inteligência?

Eduardo tem o condão de debitar asneira. Algo que nos acontece a todos quando cuidamos acreditar que sabemos muito sobre uma disciplina mas na realidade sabemos “bola”.

Eduardo Barroso e o futebol vivem este relacionamento. O Eduardo é assim, um grande médico, um péssimo opinador.

Ora vejamos:

«É um ódio mortal… Percebem que atacar Jesus é atacar Bruno de Carvalho, percebem que há eleições no Sporting… Há um complô para afastar o Sporting dos resultados desportivos e afastar Bruno de Carvalho da Direção do Sporting. É esse o objetivo maior, não é só ridicularizar e faltar ao respeito ao Sporting e dizer que Jesus afinal não é tão bom como se pensava e que foi bem corrido do Benfica. Querem afastar Bruno de Carvalho da Direção do Sporting»

 

O nível é raso, como o copo de whisky depois de bebido, mas o conteúdo muito mais fraco que um Vat69.

Ora ataca-se o Jesus para atacar o Bruno. Mas já atacaram várias vezes os treinadores do hóquei, do andebol, do atletismo, da formação,…

Enfim, há uma guerra contra o Bruno, esse rapaz que tanto prometeu e em quatro anos nada resolveu.

 

Mas agora há que manter a postura, jamais dar a mão à palmatória, mesmo que no silêncio da noite e na confiança dos amigos, as opiniões sejam as opostas ao que se diz para gáudio da opinião publica.

Mas o Eduardo não sabe quando já meteu água, ou gelo, e insiste e pede mais um balão e volta, num trago a meter água no whisky velho, ora vejam lá este exemplo democrático de um sobrinho do nosso Presidente Mário Soares:

«Os sócios do Sporting não se podem deixar enganar, seria uma atitude de grande sportinguismo reunirmo-nos todos à volta de Bruno de Carvalho», exortou Eduardo Barroso, para quem Pedro Madeira Rodrigues devia recuar na intenção de apresentar-se ao ato eleitoral agendado para março:

«Seria uma grande atitude de sportinguismo, até porque iria ter as mesmas dificuldades e não faria melhor.»

 

Que exemplo de democracia, de pluralidade. Eduardo, que vida seria a tua só com Cardhu? E o Bushmills, e tanto escocês que precisa de meter comida na mesa?

Realmente o Sporting está cheio de crianças na terceira idade. Veja-se a birra de “levar a bola para casa”, quebrando o empréstimo de Geraldes e Gauld ao Setúbal depois de, exemplarmente, termos levado mais um baile de bola de uma equipa que tem um orçamento menor que o investimento só no Elias! Para não falar que somos a bandeira da formação em Portugal e fomos eliminados porque tínhamos uma média de idades superior ao adversário.

Realmente este Sporting é de bater palminhas, fazer brindes, assinar a comissão de honra, dizer bem na cara, e vomitar ódio nas costas.

Eduardo Barroso é uma metáfora deste Sporting. Uma perdiz que vai andando à solta por Alvalade, um notável, ou melhor, The Famous Grouse, Famous for a Reason.

Autoria e outros dados (tags, etc)


editado por Ivaylo a 25/2/17 às 12:22


3 comentários

Sem imagem de perfil

De Rato Azevedo a 05.01.2017 às 18:36

https://www.youtube.com/watch?v=IE6APm3F0tI&t=126s

Abram esse link. Enfim, uma personagem que não me diz nada...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2017 às 13:37

Era um indivíduo pelo qual tinha consideração.

Mesmo depois do que fez quando estava na mesa da assembleia geral, ainda lhe dei o benefício da dúvida, pois podia estar a ser instrumentalizado.

Actualmente é um indivíduo sem qualquer credibilidade, um mentiroso compulsivo, que utiliza a exposição que o clube lhe deu noutros tempos, para tentar manipular os adeptos.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2017 às 13:49

"Enfim, há uma guerra contra o Bruno, esse rapaz que tanto prometeu e em quatro anos nada resolveu"

A quem!?

A quem gosta de estórias!?

Pode-se analisar esta frase de outra forma
" que tanto prometeu"

É nisso que ele se locomove com desenvoltura, na ficção, nas estórias da carochinha, no tentar fazer as pessoas pensarem no futuro, é sempre o futuro, já se passou quase o "mandato" mas a conversa continua a ter o foco no futuro.

Este tipo de actuação é característico deste tipo de gente, manipuladores, vigaristas,farsantes, velhacos, etc.

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D