Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Sporting é a paixão que nos inspira. Não confundimos competência com cultos de personalidade. 110 anos de história de um clube que resiste a tudo e que merece o melhor e os melhores de todos nós. Sporting Sempre


 

 

malabares-foto-npm.jpg

 

Ontem o Mundo ia abalar, ia abrandar o movimento de rotação da Terra! O Sporting Clube de Potugal, no passado prejudicado pelas arbitragens e no presente igual como se viu no minuto final em Setúbal e hoje em Alcochete, reuniu a sua cúpula em reunião de emergência que traria enormes consequências! Do que entretanto é público, os resultados dessa reunião foram dois.


É anunciada uma surpreendente renovação de contrato

Surpreendente por se tratar de um jogador de valor bastante discutível, um jogador valorizado numa clara prespectiva de "nivelamento por baixo" consequência de um mau planeamento do plantel em que as laterais da defesa são "entregues" a quatro fracas opções em que Schelotto e Marvin são uns horríveis "menos maus". Surprendente por se tratar de um jogador em que o Sporting já tinha opção até 2019 e com quem renova até 2019... Presume-se daqui que, se novo contrato foi assinado é porque o parâmetro duração ou remuneração são alterados, tendo-se mantido a duração é porque melhoraram o vencimento. E ficamos com mais um exemplo da aplicação de política de meritocracia (outrora tão apregoada).


São divulgados números de Contas Consolidadas

Através do canal de comunicação oficial do Sporting Clube de Portugal, a página de Facebook de Bruno Carvalho, são divulgados, sem antes serem aprovados em Assembleia Geral como o próprio refere, alguns números convenientes e de efeito "balsâmico". Aquele efeito apaziguador de uma jóia ou um ramo de flores comprados à esposa que se desapontou de alguma forma. Por vezes a esposa nem sabia que tinha sido desapontada, mas confirma-o no momento em que a agradável surpresa é feita...

 

São divulgados em Janeiro de 2017 qual trunfo saído da manga. Mas terá sido este o momento mais correcto para a divulgação? Ou teria sido em Março de 2016? Nesta data Bruno Carvalho iniciou (mais) uma provocação ao rival da Segunda Circular intando-os a divulgar as contas consolidadas do Grupo. Após mais uma ou outra "bicada" o rival apresenta-as em Outubro de 2016, verificando-se nas mesmas capitais próprios negativos de € 84 milhões de euros. Curiosamente esta rúbrica não é um dos factos que Bruno Carvalho considera mais relevantes.

 

Naqueles que são enumerados registam-se bastantes factos positivos, é um facto. Dois factores para eles contribuiram. No caso do ponto 3, inequivocamente um enorme mérito de Bruno Carvalho, um óbvio conjunto de decisões de estratégia de gestão, ao resgatar as percentagens de passes de jogadores. No caso de todos os outros pontos há também mérito de Bruno Carvalho, mas um mérito relativo pois temos obrigações decorrentes da restruturação financeira que acordámos. No espaço temporal deste mandato aquelas rúbricas tinham mesmo de registar aquelas diminuições (ou aumentos nas positivas) – or else...

 

Ainda sobre o ponto 3, sendo positivo não contribui para um real crescimento do Activo. A esmagadora maioria de passes resgatados foram de jogadores da formação e, segundo o ponto 2, têm valores quase nulos. Há que salientar que desde há alguns anos existem novas regras contabilísticas que dão a possibilidade de reavaliar periodicamente os Activos, registando no exercício em que essa reavaliação ocorre a variação dos valores como mais-valias (positivas) ou imparidades (negativas). Daí a palavra imparidade aparecer com tanta frequência em notícias sobre Bancos, que estão agora a reconhecer nos seus Balanços que o imóvel dado como garantia do empréstimo de 10X euros afinal só vale 0,1X euros. Sendo a adopção destas regras vantajosa para o Sporting (ou pelo menos seria suposto, por supostamente sermos um Clube formador), ou o ponto 2 não corresponde à verdade, ou é uma opção errada do Sporting, ou se as regras pelas quais os Clubes se regem não o permitem deveria o Sporting bater-se por essa mudança. Mas, a ser verdade, que William Carvalho não está registado pelos 30 milhões da sua última avaliação, mas Alan Ruiz está por 7M, Bruno Paulista por 3,5M, Téo Gutierrez por 3,4M, Slavshev por 2,5M e Gauld por 2,75M. Espantar-me-ia se algum clube fizesse uma oferta por aqueles valores nesta janela de transferências...

 

Seria interessante ter uma visão da evolução ano por ano, não apenas o resultado global do mandato, pois desta forma teríamos a real noção se estamos ou não no rumo certo. Seria igualmente correcto e transparente divulgar a nota final do relatório que aponta para o inegável facto de o crescimento das receitas mencionadas no ponto 7 ser alicerçada na enorme militância sportinguista (que por vezes o presidente afirma não existir), mas que este não é um factor fixo e isso é um risco. Não só é variável, como por vezes assente em emoção, carecendo de uma cuidada gestão de expectativas. Quando a expectativa criada pelo próprio Bruno Carvalho é "Tudo" e depois entrega "Nada"... essas expectativas podem legitimamente sentir-se defraudadas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


4 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2017 às 12:37

Prejudicado!?
Então!?
Foi por ter ficado outro pênalti por marcar?
Ou foi por alguns jogadores e dirigentes não terem sido expulsos!?


Contas!?
Quais contas!?
Aquelas que dizem que as Vmoc não são passivo!?
Certamente enquadram-se em alguma oferta das entidades bancárias.

Contudo para denegrir a anterior direcção já foram colocadas como passivo numa assembleia geral.

ADN do Sporting!?

Qual Sporting!?

O Sporting na actualidade não passe de um clube "refém" de um bando de drogados e lunáticos.
Imagem de perfil

De Ivaylo a 08.01.2017 às 16:31

Caro Anónimo,

Prejudicado por ter sido assinalada uma grande penalidade inexistente no último minuto do jogo com Vitória e, por no jogo da equipa B ter visto um golo invalidado após juiz e juiz auxiliar o terem validado num primeiro momento, mudando de ideias 5 segundos depois "porque sim". Não obstante, e referindo-me ao jogo com o Vitória, fo io último lance de um jogo que tínhamos obrigação de estar a vencer nesse momento.

Qual Sporting? O Sporting Clube de Portugal, fundado inequivocamente em 1906! As pessoas passam, as instituições ficam. É importante perceber isso! O ADN está bem identificado em "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória" e não é uma pessoa num momento particular que poderá alguma vez colocar isso em causa.

SL
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.01.2017 às 19:22

Ivaylo

Se reparar verá que o defesa do Sporting dá um pontapé na perna direita do jogador do vitória.
Admito que é um lance polémico, contudo não á razão nenhuma para aquele circo.
Aquilo é um nojo.
Mais, esta trupe com as anteriores direcções, punham a circular pela blogosfera leonina que a desculpa das arbitragens eram para desculpar direções incompetentes.
Por isso não têm legitimidade nenhuma para falar, não passam de hipócritas.

A hipocrisia é ainda maior valor quando houve um pênalti inequívoco sobre o jogador do vitória que não foi assinalado, e tentaram fazer os adeptos de ignorantes, ao não focar esse lance.

Isto não passa de um circo para tentar desviar as atenções.

Noutros países não teria havido só uma expulsão.
Imagem de perfil

De Ivaylo a 09.01.2017 às 12:29

Caro Anónimo,

Apesar de discordar quanto à legitimidade da grande penalidade assinalada, concordo que a postura perante o facto não foi a mais correcta. Por um lado, é notório que a constante lamentação online não produz quaisquer resultados. Por outro, as arbitragens não explicam nem 50% do que tem falhado no Sporting esta época.

Ironicamente, o slogan para a recandidatura é «... No Rumo Certo». Para a falésia talvez...

SL

Comentar post




Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D